INFO_3

O curso pretende introduzir alguns conceitos da lingüística, a ciência da língua, e sua aplicação na linguagem política moderna. O século XX foi o século em que a lingüística determinou todo o discurso político, e pavimentando o rumo para a era das ideologias extremas. Apesar de uma ferramente poderosa, a lingüística, como todo instrumento com tanto poder, tem conseqüências terríveis quando mal utilizada. Como apenas especialistas da área conhecem suas aplicações, o curso visa tanto apresentar temas, conceitos e idéias novas, quanto direcioná-las para um uso mais apropriado, tanto no debate público, quanto para um melhor conhecimento da linguagem, usada como um “véu” diante de nossos olhos. Por fim, o mais urgente na atualidade: como trabalhar tais signos e discursos no mundo da guerra de narrativas e informações em rede da internet? Como enfrentar discursos hegemônicos e massificados?

R$ 182 em até 5x de R$ 36,40 !

Curso completo: 5 aulas

AULA 1: APRESENTAÇÃO

Apresentação de conceitos. A lingüística histórica e a lingüística estrutural. Por que devemos usar a ciência da língua, e não a filosofia da linguagem, para entender o discurso político moderno? Quais são os conceitos-chave usados pela lingüística? O que é signo? Como extraímos significado de um discurso? Qual a diferença entre a filosofia da linguagem e a ciência da língua?
 
AULA 2: LINGUAGEM E REALIDADE
 
Como a língua determina nossa visão de mundo, e como signos lingüísticos podem manipular nossa visão de mundo? No discurso público-político, como se manipula visões de mundo, noções de realidade e até sentimentos com fins ideológicos? Como signos lingüísticos devem ser trabalhados, em discussões e discursos mais sérios? É possível uma linguagem “pura” e “verdadeira”, livre de erros? 
 
AULA 3: FUNÇÕES DA LINGUAGEM
 
Com o entendimento proporcionado pela análise do funcionamento de signos lingüísticos, podemos entender como se extrai significado de um discurso, separando rigorosamente o discurso de seu significado, e trabalhando em dois níveis a um só tempo. Como então o nosso discurso deve ser trabalhado e criado para ser capaz de transmitir de fato uma idéia entre os interlocutores, causar comoção, reação e convencimento?
 
AULA 4: SIGNOS POLÍTICOS
 
Por que a metáfora é a figura de linguagem mais utilizada e lembrada? Quais são os riscos da metáfora para o entendimento da realidade? Por que toda a nossa linguagem política é metafórica, e não descritiva ou apelativa? Quais são as armadilhas e riscos e como evitá-los nos discursos políticos? O que são signos políticos, históricos e móveis? Quais as diferenças em sua estrutura e uso dos signos descritivos e mais fixos da realidade?
 
AULA 5: INFOWAR E NETWAR
 
Dada a arquitetura da língua, da linguagem e do discurso através da ciência da língua, devemos ter uma estratégia um pouco mais clara, racional, estudada e trabalhada de como atuar na era das redes sociais digitais. Se os discursos políticos razoavelmente sensatos já mal sobreviveram à era da mídia de massa, como construir discursos, narrativas e transmitir pensamentos, evitando perdas na comunicação, numa era de mídias fragmentadas?

Ps.: As aulas são liberadas em até 3 dias após a compra.

Morgenstern

 

PROFESSOR:

FLAVIO MORGENSTERN → Escritor, Analista Político, Palestrante e Tradutor. É autor do livro “Por trás da máscara: do passe livre aos black blocs” (ed. Record), e também editor e colunista do site sensoincomum.org 

Já comprou? Tenha acesso às aulas efetuando o login abaixo:

Ps.: após a confirmação da compra no PagSeguro, o Instituto Borborema incluirá o aluno na sala de aula virtual em até 3 dias. Uma mensagem será enviada para o e-mail cadastrado no PagSeguro; nessa mensagem, o aluno poderá confirmar seu login e senha. Depois disso, é só acessar abaixo.

Você já é aluno?