A Crise da Educação Brasileira

É consenso que a educação brasileira vai de mal a pior, que as escolas e universidades não são o que deveriam ser. Entretanto, as discussões que tentam encontrar as causas dos problemas educacionais e as possíveis soluções para eles são, na melhor das hipóteses, rasas e incompletas.

As pessoas costumam associar a crise na educação à questão financeira e sugerem como solução o aumento das verbas estatais ou a aplicação do modelo de voucher. Fala-se também muito na melhora da estrutura física e técnica das escolas, como se máquinas e paredes pudessem ensinar as crianças por conta própria. Precisamos deixar de lado essas falsas soluções e levar o debate para as questões de fato fundamentais para um verdadeiro processo educacional.

O primeiro passo para propor uma solução é conhecer a fundo o problema que precisa ser resolvido. Por isso, o Instituto Borborema vai realizar no próximo dia 04 de dezembro “A Crise da Educação Brasileira”, um evento com duas palestras que pretende traçar um breve panorama da situação educacional do país e contará ainda com a apresentação do plano de estudos da Formação Básica 2019. Confira abaixo mais detalhes sobre o evento:

 

Programação

19:30 -> Palestra “O crescimento do homeschooling no Brasil” -> Palestrante: CAIO PEROZZO;

20:30 -> Palestra “Da Universidade à livre educação: a resposta à autoridade perdida” -> Palestrante: MATEUS MOTA LIMA;

21:30 -> Sessão de perguntas com os palestrantes.

Entrada

-> Inscrições (GRATUITAS) no link: https://www.sympla.com.br/a-crise-da-educacao-no-brasil__407838

[fbcomments url = "" width = "100%" count = "of"]